Últimas Notícias
Meridiano reconquista o “Selo Verde Azul”

Meridiano reconquista o “Selo Verde Azul”

Objetivo do Programa é descentralizar a política ambiental, ganhando eficiência na gestão ambiental e valorizando a base da sociedade 

Na quinta-feira, dia 11, foi anunciada pelo governo do Estado de São Paulo a classificação dos municípios no prêmio “Selo Verde Azul”. A certificação é obtida a partir de notas que variam de 0 a 100 e a conquista do selo, significa que a cidade está dentro dos melhores parâmetros de gestão ambiental.

Para a classificação, o município deve apresentar nota superior a 80. Meridiano obteve avaliação 80,97, posicionando-se em 102º lugar, entre os 118 municípios classificados. Em 2014, o município contou com a colaboração da engenheira ambiental, Patrícia Lucon, em trabalho conjunto com Augusto Caetano.

Para obter o certificado, Meridiano apresentou ações que vão de tratamento de esgoto à deposição de lixo, arborização urbana, implantação de ciclovia, recuperação de matas ciliares e nascentes e diminuição da poluição do ar.

Garantia

O certificado de município “Verde Azul” garante à municipalidade a conquista de recursos junto ao governo estadual. No ano passado, a administração municipal conquistou uma pá carregadeira, no valor de R$ 300 mil, justamente pelo bom posicionamento.

Município Verde Azul

Lançado em junho de 2007, o “Selo Verde Azul” tem como principal proposta descentralizar a agenda ambiental paulista, considerando que a base da sociedade está nos municípios. Em 2008, na divulgação do primeiro ranking, 44 municípios alcançaram nota igual ou superior a 80. Em 2009, foram 168. Já, em 2010, 144 municípios receberam a certificação. Na edição de 2011, 159 cidades foram premiadas. O objetivo do Programa é descentralizar a política ambiental, ganhando eficiência na gestão ambiental e valorizando a base da sociedade.

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top